Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

sábado, 13 de outubro de 2012

HOMENAGEM A GAMBIARRA PROFANA





PALAVRAS À GAMBIARRA PROFANA
Autor Arnoldo Pimentel
Dedicado ao Gambiarra Profana


Um dia eu tirei
A mordaça da boca
Perdi o medo da censura
Da corda no pescoço
Perdi o medo da forca
Conheci a Gambiarra Profana
E minha poesia
Virou poesia de verdade
Passou a ser livre

Esta semana estou homenageando a Gambiarra Profana, grupo que tenho a honra de participar, em cada blog um vídeo do Gambiarra e um poema de minha autoria dedicado ao Gambiarra Profana, assista os vídeos e deixe seu comentário, é muito importante. Links abaixo:

Ventos na Primavera

Haikai nos Ventos

Palavras nos Ventos

9 comentários:

  1. Amém poeta!

    Amor
    Secos & Molhados

    Leve, como leve pluma
    Muito leve, leve pousa.
    Muito leve, leve pousa.

    Na simples e suave coisa
    Suave coisa nenhuma
    Suave coisa nenhuma.

    Sombra, silêncio ou espuma.
    Nuvem azul
    Que arrefece.

    Simples e suave coisa
    Suave coisa nenhuma.
    Que em mim amadurece
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Porreta, poeta! Bom demais!!!

    Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  3. Que legal Arnoldo ..."Bem real mesmo!
    Gambiarra Profana*...Parabéns pela homenagem a esse grupo;
    ""e minha poesia virou poesia de verdade, passou a ser livre ""...Adorei!
    beijinhos pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Merecida homenagem...

    Obrigado pela sua companhia Arnoldo.

    Um bom dia para vc.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. O poeta tem o fio da idéia, mente pensante
    mãos que escrevem no enredo que traça
    condutas e reações, dramas e comédias
    vidas e amores, dores e fulgores
    O poeta tem inspiração, olhar furtivo
    palavras sussurradas, um amor, um desamor
    um é frio, outro é calor
    às vezes rica rima, outras sem metrificar
    Tem sempre o toque mágico
    É poema... É poeta
    a rosa chora, o vento geme
    a chuva escorre na janela
    A flor que brota, a palavra brota
    o sorriso brota,
    na mão do poeta tudo brota!
    Risos e alegrias, e viva a criação
    Ele faz luz, apaga as trevas
    Planta o infinito
    canta o amor
    vibra as cordas da viola
    canta o amor e canta a trova
    e a dor que não consola
    sempre tem os seus amores
    chora a agonia a separação
    o inevitável o condenável
    chora o amor que foi perdido
    o afeto inalcançável
    sofre pelo ter e o não ter
    sofre o esquecer e o perder
    e certamente com tudo e por tudo isto
    aprendeu a viver, amar e sofrer
    Porque cria e desafia
    até a dor de todo dia
    sem forma ou fórmula
    sem momento, é apenas um instrumento
    "do amor...., sublime amor"
    !!! E VIVA O POETA !!!

    Autora(Vera)

    Darlene alves

    ResponderExcluir
  6. O poeta tem o fio da idéia, mente pensante
    mãos que escrevem no enredo que traça
    condutas e reações, dramas e comédias
    vidas e amores, dores e fulgores
    O poeta tem inspiração, olhar furtivo
    palavras sussurradas, um amor, um desamor
    um é frio, outro é calor
    às vezes rica rima, outras sem metrificar
    Tem sempre o toque mágico
    É poema... É poeta
    a rosa chora, o vento geme
    a chuva escorre na janela
    A flor que brota, a palavra brota
    o sorriso brota,
    na mão do poeta tudo brota!
    Risos e alegrias, e viva a criação
    Ele faz luz, apaga as trevas
    Planta o infinito
    canta o amor
    vibra as cordas da viola
    canta o amor e canta a trova
    e a dor que não consola
    sempre tem os seus amores
    chora a agonia a separação
    o inevitável o condenável
    chora o amor que foi perdido
    o afeto inalcançável
    sofre pelo ter e o não ter
    sofre o esquecer e o perder
    e certamente com tudo e por tudo isto
    aprendeu a viver, amar e sofrer
    Porque cria e desafia
    até a dor de todo dia
    sem forma ou fórmula
    sem momento, é apenas um instrumento
    "do amor...., sublime amor"
    !!! E VIVA O POETA !!!

    Autora(Vera)

    Darlene alves

    ResponderExcluir
  7. Arnoldo,hoje passei só pra te agradecer pelas palavras em meu niver!oBRIGADA!bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  8. Muito interessante o Blog !
    Muito difícil encontrar na “ blogosfera “ espaços originais e bacanas como este !
    Deixo aqui meu espaço, caso queria dar uma olhada, seguir...

    http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir